Exclusivo

Universidades fecham portas a estudantes do ensino profissional

Universidades fecham portas a estudantes do ensino profissional

Maioria das universidades do litoral não abre vagas para esta via de acesso que vai no seu terceiro ano. Defendida maior divulgação do concurso e diversificação da oferta existente.

Está a decorrer, pelo terceiro ano consecutivo, o concurso especial de acesso ao Superior para diplomados de vias profissionalizantes. São meio milhar de cursos, numa oferta assegurada em 75% por politécnicos. No litoral, a maioria das universidades não abre vagas. No setor, pede-se uma maior divulgação desta via de acesso e diversificação da oferta. Sabendo-se que apenas 18% dos diplomados de cursos profissionais prosseguem para estudos superiores, a maioria de curta duração. No ano letivo de 2018/19, concluíram o Secundário 25,6 mil alunos do profissional, 35% do total.

De acordo com a informação disponibilizada no site da Direção-Geral do Ensino Superior, para o concurso deste ano são disponibilizados 506 cursos, três quartos dos quais oferta dos politécnicos. Do lado universitário, contam-se sete instituições. A Universidade do Porto abre vagas em Ciências da Educação (no ano passado, foram sete) e o ISCTE entra com toda a sua oferta formativa, num total de 22 cursos, a que poderão acrescer mais 11, da Escola de Sintra, em acreditação pela A3ES. Seguem-se Algarve (30), UTAD (25), Açores (17) e Madeira (12).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG