Marcelo Rebelo de Sousa

Covid-19

Marcelo espera que "exceção" no Natal não abra caminho a terceira vaga

Marcelo Rebelo de Sousa justificou, esta sexta-feira, a renovação do estado de emergência com o "calendário prolongado" para as vacinas estarem acessíveis de forma generalizada e mesmo para os grupos prioritários, recusando "expectativas excessivas", e referiu outros fatores como o aumento de casos graves e as mortes por covid-19. Espera que a "possível exceção" no Natal seja bem entendida e vivida, sem abrir caminho à "temida terceira vaga" e a "confinamentos totais".

Imagens

Últimas