Espanha

Barcelona despede treinador Quique Setién

Barcelona despede treinador Quique Setién

O Barcelona anunciou esta segunda-feira que o espanhol Quique Setién deixou de ser treinador da equipa principal, uma decisão que surge após a goleada sofrida frente ao Bayern Munique (8-2) para os quartos de final da Liga dos Campeões.

"O quadro de diretores decidiu que Quique Setién não é mais o técnico da equipa principal. Esta é a primeira decisão no âmbito de uma reestruturação alargada na primeira equipa, que será acordada entre o secretário técnico e o novo técnico, que será anunciado nos próximos dias", pode ler-se na nota dos culés.

O anúncio surge no mesmo dia em que a direção presidida por Josep Maria Bartomeu marcou as eleições dos órgãos sociais para o primeiro fim de semana de jogo após 15 de março de 2021.

Em segundo lugar na Liga espanhola, eliminado nos quartos de final da Taça do Rei e, a 14 de agosto, goleado por 8-2 em Lisboa pelo Bayern, nos "quartos" da Champions, Setién não resistiu aos maus resultados, depois de ter assumido o cargo a 13 de janeiro, quando substituiu Ernesto Valverde.

Desde então, acumulou 16 vitórias, quatro empates e cinco derrotas ao comando do Barça, no qual joga o português Nélson Semedo, naquele que foi o maior desafio da carreira, que teve como melhor fase os dois anos no Bétis, entre 2017 e 2019.

Uma curta mensagem nas redes sociais, junto de uma fotografia do técnico, agradece a Setién e deseja "boa sorte".

A imprensa internacional tem apontado o nome do atual selecionador da Holanda e antigo técnico do Benfica, Ronald Koeman, como sucessor, depois de já ter representado os catalães como jogador e como treinador adjunto, então sob a alçada do também holandês Louis van Gaal.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG