Futebol

Braga dá até 4 de setembro ao Sporting para pagar Rúben Amorim

Braga dá até 4 de setembro ao Sporting para pagar Rúben Amorim

A SAD do Braga enviou uma carta à homónima do Sporting em que dá um prazo à sociedade liderada por Frederico Varandas para proceder ao pagamento da dívida pela transferência de Rúben Amorim. Os leões têm até às 16 horas de 4 de setembro para liquidarem 11.753.138,88 euros, a que acrescem juros vincendos até ao efetivo e integral recebimento da verba.

Na missiva enviada para Alvalade, com conhecimento à Federação Portuguesa de Futebol (FPF), à secção de Licenciamento/OGL (licenciamento para provas da UEFA) e à Liga Portuguesa de Futebol Profissional, os bracarenses começam por lamentar o "comportamento inadimplente" do Sporting, que, volvidos quase seis meses, continua sem cumprir o que foi celebrado no acordo entre os clubes que permitiu a mudança de Rúben Amorim para os leões, por 10 milhões de euros (mais 2,3 milhões de IVA, a cargo dos sportinguistas).

Então, o Sporting comprometeu-se a pagar cinco milhões de euros no dia seguinte à apresentação de Rúben Amorim (5 de março) e mais cinco milhões a 5 de setembro, para além de 155 mil euros de juros pelo diferimento da segunda tranche. A sociedade liderada por Frederico Varandas falhou logo o primeiro pagamento, o que levou a uma penalização de 10 %, ou seja, de 1.230.00,00 euros, acrescidos do IVA (289.900,00€). E desde então, os bracarenses têm cobrado juros mensais aos leões, que à data da carta ascendiam a 440.238,88€. Deste modo, a dívida total por Rúben Amorim chegou a 14.233.132,88€, dos quais o Sporting liquidou apenas 2,5 milhões, referentes ao IVA do negócio, situando-se o débito em 11.753.138,88 euros.

Face ao prolongado e persistente incumprimento dos leões, a SAD liderada por António Salvador decidiu intimar mais uma vez o Sporting a pagar a dívida, só que desta vez os minhotos estabelecem como prazo máximo, perentório e absoluto às 16 horas do dia 4 de setembro.

Se o Sporting não pagar até à data estipulada, o Braga irá considerar definitivamente não cumpridas as obrigações contratuais assumidas pela Sporting SAD no acordo de transferência de Rúben Amorim para todos os efeitos legais e regulamentares. E ameaça os leões com o artigo 91 do Regulamento Disciplinar, que prevê uma sanção de multa no montante igual a 15% da obrigação em dívida. Ou seja, se não pagar até 4 de setembro, o Sporting verá a dívida crescer mais 1.762.970,83 euros.

Nesse sentido, aquilo que deveria custar ao Sporting 12.455.000,00 euros pode atingir os 16.195.109,71 euros a 4 de setembro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG