Patrocínios

Site da EA Sports repõe imagem de Cristiano Ronaldo

Site da EA Sports repõe imagem de Cristiano Ronaldo

A empresa de videojogos desportivos EA Sports, uma das 18 marcas associadas a Cristiano Ronaldo, voltou a colocar a imagem do português na página principal do site depois de a ter retirado há dias.

A EA Sports retirou, esta semana, a imagem de Cristiano Ronaldo da sua "homepage", concretamente do separador que conduz ao jogo FIFA 19. A empresa - criadora do famoso simulador de futebol FIFA, cuja edição mais recente tem CR7 na capa -, já tinha manifestado uma opinião sobre o assunto: "Estamos a monitorizar a situação, pois esperamos que os atletas que patrocinamos e embaixadores se comportem de uma forma condizente com os valores da EA".

Neste sábado, já é possível verificar a fotografia de Ronaldo no sítio de onde a mesma tinha sido removida.

Cristiano Ronaldo está a ser investigado pelas autoridades de Las Vegas por um caso de violação, de que o acusa a norte-americana Kathryn Mayorga, com quem o jogador manteve relações sexuais, num episódio que remonta a 2009, depois de uma festa em Las Vegas.

A revista alemã "Der Spiegel", que publicou, na semana passada, um trabalho de investigação que contou com o testemunho de Mayorga e com documentos revelados pelo site "Football Leaks", revelou que, poucos meses depois do alegado episódio de violação, o português pagou mais de 300 mil euros para que a mulher não falasse do que tinha acontecido.

A defesa da queixosa apresentou à Polícia novos elementos, que foram acrescentados à queixa apresentada nesse ano, e avançou com uma ação cível na justiça do Estado do Nevada com o objetivo de anular o acordo de confidencialidade que alega ter sido pressionada a assinar.

O jogador negou, entretanto, todas as acusações. "Nego terminantemente as acusações de que sou alvo. Considero a violação um crime abjecto, contrário a tudo aquilo que sou e em que acredito. Não vou alimentar o espectáculo mediático montado por quem se quer promover à minha custa", escreveu o astro português no Twitter, na quarta-feira, dia em que, segundo a agência Associated Press, contratou o advogado David Chesnoff, popular na área do direito criminal e conhecido por ter defendido dezenas de figuras públicas.

Imobusiness