O Jogo ao Vivo

Liga Conferência

Ivo Vieira quer Gil Vicente mais consistente para seguir para o play-off

Ivo Vieira quer Gil Vicente mais consistente para seguir para o play-off

O treinador do Gil Vicente, Ivo Vieira, disse esta quarta-feira acreditar na passagem ao play-off de acesso à Liga Conferência Europa, tendo para isso que vencer o Riga, quinta-feira, em Barcelos.

Na primeira mão da terceira pré-eliminatória, na Letónia, a equipa de Barcelos empatou 1-1 e, se seguir em frente, defrontará no play-off de acesso à fase de grupos da competição os escoceses do Dundee United ou os neerlandeses do AZ Alkmaar (a equipa britânica venceu por 1-0 na primeira mão), a 18 e 25 de agosto.

O técnico considera que o Gil Vicente pode "ganhar o jogo", mas notou que é preciso passar da teoria à prática, destacando a importância de ter agora mais conhecimento sobre o adversário.

PUB

"Temos de ser muito práticos e objetivos, muito concentrados no que é o jogo, sem colocar muita pressão nos atletas, que têm que desfrutar do momento e serem felizes", disse na conferência de imprensa de antevisão da partida com os letões.

Ivo Vieira disse ainda que o grau de convicção de que a equipa estará na última eliminatória antes da fase de grupos "é grande".

"O jogo da primeira mão mostrou que a equipa tem capacidade para ultrapassar o adversário, que nos merece muito respeito e que também tem valia, com jogadores de qualidade na frente que podem desequilibrar e, em transição, é uma equipa fortíssima", avaliou.

Nos 18 últimos jogos, o Riga, terceiro classificado da liga letã, que está em pleno andamento, apenas perdeu por duas vezes, em todas as competições, ambas com o líder isolado do campeonato, o FK Valmiera (numa das ocasiões para a Taça da Letónia).

O treinador gostou da resposta física nos dois jogos oficiais da época (Riga e na vitória 1-0 com o Paços de Ferreira, na primeira jornada da Liga), mas desejou ver uma equipa "mais consistente durante os 90 minutos", o que não aconteceu diante dos pacenses, admitiu no final dessa partida.

"Esse é o nosso grande objetivo, que a equipa possa assumir e controlar o jogo desde o início. Não o fez nestes dois jogos, mas fez duas boas segundas partes. Já falei com eles sobre isso, é um trabalho mental, além de físico e tático", disse.

Ivo Vieira frisou que este "é um momento histórico para o Gil Vicente e para os jogadores que representam a instituição".

"Eles querem dar esse momento de felicidade aos nossos adeptos, que são a razão da existência do clube, é para eles que jogamos e trabalhamos. Eles podem ajudar-nos muito frente ao Riga, como no último jogo. Com dedicação, inteligência e compromisso, vamos atingir esse objetivo", disse.

Questionado sobre se um eventual apuramento para a fase de grupos da competição e o consequente acréscimo do número de jogos pode ter reflexos negativos no campeonato, Ivo Vieira disse que isso não o preocupa, antes pelo contrário.

"É gratificante e aliciante para treinadores e jogadores jogar ao fim de semana e, depois, a meio da semana, é isso que procuramos, queremos estar em patamares de excelência e fazer jogos europeus e internacionais. Não me preocupa a quantidade de jogos, isso seria até sinal que o Gil Vicente seguia em frente e tinha uma oportunidade de valorizar os jogadores", disse.

Gil Vicente e Riga defrontam-se a partir das 20 horas de quinta-feira, no Estádio Cidade de Barcelos, jogo que será arbitrado pelo ucraniano Mykola Balakin.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG