Pinto da Costa

"Para quem levantou suspeitas sobre seriedade foi uma resposta extraordinária"

"Para quem levantou suspeitas sobre seriedade foi uma resposta extraordinária"

Pinto da Costa, reeleito este domingo presidente do F. C. Porto, agradeceu o voto de confiança dos sócios e garantiu que colocará os interesses do clube azul e branco sempre em primeiro lugar.

"Estou muito contente com a forma como decorreu este ato eleitoral. Para quem levantou suspeitas da seriedade foi uma resposta extraordinária da massa associativa. Exemplo de vitalidade, ordem, respeito e interesse na vida do F. C. Porto. É notável. Muita gente teve receio de sair, mas não houve o mínimo de perigo de infração ou contágio. Quero agradecer aos que colaboraram e de modo particular ao presidente da Mesa Assembleia Geral, que na terça-feira termina as funções", começou por dizer o presidente do F. C. Porto no Dragão Arena.

Pinto da Costa foi, este domingo, reeleito presidente do clube azul e branco com 68,65% dos votos, levando a melhor sobre José Fernando Rio (26,44%), da Lista C, e Nuno Lobo (4,91%), da Lista B. O líder dos dragões, que vai assumir o 15.º mandato, não deixou de agradecer aos sócios.

"Tenho de agradecer a todos os sócios, aos 8.480 que vieram. É sinal de que sentem e vivem o F. C. Porto. Quero agradecer de maneira especial aos que confiaram em mim, que num momento que não é fácil para ninguém, vieram dar um voto de confiança, um sinal de estímulo que é muito importante para as batalhas que se seguem. Queriam que continuasse. Como sempre, colocarei os interesses do F. C. Porto acima de tudo. Farei tudo pelo clube", acrescentou, explicando as mudanças na direção.

"Renovei a equipa diretiva a pensar no futuro. Nomeei o Fernando Gomes para o futebol de formação, já hoje falámos sobre alterações que são necessárias para termos resultados ainda melhores. Rui Moreira? As pessoas acham que eu não tenho relutância com os políticos nem com ninguém. Mas dos políticos que não são isentos desportivamente e prejudicam o F. C. Porto, desses, eu não gosto. Não tenho qualquer problema em ter políticos sérios e competentes a colaborar comigo no F. C. Porto. Não considero o Rui Moreira um político, se fosse estaria em algum partido. É um grande cidadão, um grande amante da cidade do Porto e um grande dragão", concluiu.

Outras Notícias