Futebol

Sporting vai pagar Rúben Amorim em duas prestações

Sporting vai pagar Rúben Amorim em duas prestações

O Braga emitiu um comunicado esta quinta-feira no qual explica como é que o Sporting vai pagar os 10 milhões de euros da cláusula de Rúben Amorim.

Na nota enviada à CMVM, na qual o Braga oficializa a transferência de Rúben Amorim para o clube de Alvalade, os minhotos explicam que os 10 milhões de euros serão recebidos em duas prestações: a primeira até 6 de março e a segunda até 5 de setembro.

"Duas prestações de 5.000.000,00€ (cinco milhões de euros) cada uma, a primeira até ao dia 6 de março de 2020 e a segunda até ao dia 5 de setembro de 2020. Pelo diferimento até esta data do pagamento correspondente à segunda prestação a SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - FUTEBOL, SAD obrigou-se a pagar à SPORTING CLUBE DE BRAGA - FUTEBOL, SAD a quantia adicional correspondente a juros calculados à taxa de 6% ano até pagamento efetivo e integral que se acontecer apenas a 5 de setembro de 2020 se fixaram desde já em 155.000,00€ (cento e cinquenta e cinco mil euros). A quantia referente ao IVA será paga, integralmente, até ao dia 30 de março de 2020", pode ler-se.

Rúben Amorim, de 35 anos, chegou ao comando técnico da equipa principal do Braga em dezembro, depois de uma passagem pela equipa B dos minhotos. O sucesso foi imediato: em 13 jogos, somou 10 triunfos e conquistou uma Taça da Liga depois de ter vencido Sporting (meias-finais) e F. C. Porto (final), seguindo-se vitórias frente aos três grandes na Liga.

Esta quinta-feira, em comunicado à CMVM, o Sporting oficializou a contratação do treinador, confirmando o pagamento dos 10 milhões de euros da cláusula de rescisão ao Braga. Valor esse que torna Rúben Amorim o terceiro treinador mais caro do mundo, apenas atrás de Brendan Rogers - que custou 10,5 milhões ao Leicester em 2018/19 - e André Villas-Boas, que rendeu 15 milhões de euros ao F. C. Porto na altura em que assumiu o Chelsea em 2011.

Esta época, o Braga já encaixou 12,5 milhões de euros em treinadores: primeiro com a saída de Abel Ferreira para o PAOK, que rendeu 2,5 milhões, e agora Rúben Amorim, que rendeu 10 milhões.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG