Futsal

Sporting vence dérbi e ultrapassa o Benfica na liderança do Nacional

Sporting vence dérbi e ultrapassa o Benfica na liderança do Nacional

O Sporting assumiu, este domingo, a liderança da fase regular do campeonato nacional de futsal, ao impor-se no dérbi lisboeta com o Benfica, por 2-0, na 17.ª jornada, disputada no Pavilhão João Rocha.

O triunfo leonino foi construído com uma demonstração de grande eficácia no primeiro tempo, graças aos golos de Taynan e Pauleta, à qual se aliou uma prova de inteligência e de coesão na gestão da vantagem na segunda parte, mesmo perante a aposta final do Benfica, na estratégia de 5x4, incapaz, ainda assim, de produzir um golo.

A equipa de Joel Rocha até se mostrou assertiva nos minutos iniciais do jogo, com mais facilidade a ligar o ataque, enquanto o conjunto orientado por Nuno Dias reagia sobretudo em transições rápidas.

O pragmatismo do Sporting ficou evidente ao adiantar-se na primeira grande oportunidade: Taynan, aos 7 minutos, assinou o 1-0, num remate forte de pé esquerdo, com a bola a entrar ao ângulo superior direito da baliza de André Sousa.

O golo mudou a face do desafio. O Benfica acusou o golpe e logo de seguida seria novamente penalizado, com Pauleta, aos 9, a encostar para o segundo golo do Sporting, após assistência de Léo, que ganhou um ressalto à defesa do Benfica e conquistou o espaço para a situação de finalização.

Os dois golos de vantagem tornaram-se um fosso demasiado grande para os encarnados, face à sua ineficácia. O Sporting controlou a reação do rival, que desperdiçou algumas chances soberanas para reduzir, nomeadamente, por Fernandinho, e até chegou a ameaçar dilatar a vantagem, mas o resultado já não sofreu alterações até ao intervalo.

Para o segundo tempo, a equipa de Alvalade entrou mais confiante e voltou a causar perigo junto da baliza de André Sousa, que evitou males maiores para o campeão nacional.

O Benfica demorou a reencontrar-se na quadra e, nesse tempo, perdeu a capacidade de criar perigo que mostrara na primeira parte. Com um jogo mais desconexo, Gonçalo só teve de se aplicar verdadeiramente aos 27 minutos, quando negou o golo a Fernando Drasler e Tiago Brito por duas vezes na mesma jogada.

O Sporting controlava e só por falta de pontaria - e a inspiração de André Sousa na baliza 'encarnada' - não aumentou a vantagem. Com a adoção do 5x4 pelo Benfica nos derradeiros cinco minutos, a pressão sobre a baliza 'leonina' intensificou-se, mas sobressaiu então a maturidade e experiência dos anfitriões para guardar a vitória e roubar o primeiro lugar ao rival.

Ficha de jogo:

Jogo no Pavilhão João Rocha, em Lisboa

Sporting - Benfica, 2-0.

Ao intervalo: 2-0.

Marcador:

1-0, Taynan; 7 minutos; 2-0, Pauleta; 9

Equipas:

Sporting: Gonçalo, Pauleta, Léo, Cavinato e Pany Varela. Jogaram ainda Taynan, Erick, João Matos, Deo e Alex.

Treinador: Nuno Dias.

Benfica: André Sousa, Chaguinha, André Coelho, Robinho e Fernandinho. Jogaram ainda: Rafael Henmi, Fábio Cecílio, Tiago Brito, Bruno Coelho, Miguel Ângelo e Fernando Drasler.

Treinador: Joel Rocha.

Árbitros: Filipe Duarte (AF Coimbra) e Nuno Pereira (AF Coimbra).

Ação disciplinar: Nada a assinalar.

Assistência: 2.739 espetadores.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG