Economia

Carlos Silva eleito secretário-geral da UGT com 89% dos votos

Carlos Silva eleito secretário-geral da UGT com 89% dos votos

Carlos Silva foi eleito este domingo secretário-geral da União Geral de Trabalhadores, no XII Congresso que decorre em Lisboa, com 585 votos a favor, o que corresponde a 88,77% dos votantes, sucedendo a João Proença no cargo.

No total, votaram 659 delegados ao congresso, sendo que foram contabilizados 45 votos contra o secretário-geral Carlos Silva, 21 brancos e oito nulos.

Carlos Silva foi dirigente do Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas entre 1997 e 2000 e depois integrou a direção do Sindicato dos Bancários do Centro (CBC), tendo assumido a presidência deste sindicato em 2007.

É militante do Partido Socialista (PS) e integrou a Juventude Socialista aos 14 anos, tendo sido apoiante da candidatura do agora líder do PS, António José Seguro, à liderança da JS em 1990 e, depois, quando concorreu para secretário-geral do partido.

Licenciado em Relações Internacionais, Carlos Silva, com 51 anos, é também quadro do Banco Espírito Santo (BES), para onde entrou em 1988, ano em que foi eleito presidente da distrital de Lisboa da JS.