PROCURA UMA EMPRESA?

PESQUISE POR NOME, NIF OU MARCA, GRATUITAMENTE!

Relatórios de todas as empresas portuguesas

Auditoria

Perdas de 580 milhões de euros devido a sete empréstimos da Caixa

Perdas de 580 milhões de euros devido a sete empréstimos da Caixa

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) reconheceu perdas de 580 milhões de euros devido a sete empréstimos em que não adotou as boas práticas na concessão de crédito, concluiu a auditoria da EY, antes designada por Ernst & Young.

No total, as sete operações beneficiaram de 1092 milhões de créditos do banco estatal, revela o relatório preliminar da EY, citado no domingo pela comentadora política Joana Amaral Dias e facultado pela própria ao jornal "Expresso", referente ao período entre 2000 e 2015.

Segundo o relatório da EY, a lista das sete operações é liderada pela Artlant (fábrica da ex-la Seda em Sines), entretanto vendida e que recebeu 350,8 milhões de euros. A Caixa reconhecera 60% deste valor como perdido, no exercício de 2015.

Joe Berardo é o segundo maior devedor, surgindo na lista através de operações da Fundação Berardo (267,6 milhões) e da Metalgest (52,5 milhões). No caso do empréstimo à Fundação, a CGD reconheu perdas de 46,5%, devido ao financiamento destinado à aquisição de ações do BCP. Na Metalgest, o grau de incumprimento é menor: 53% do empréstimo.

A auditoria também ainda que o banco concedia crédito sem olhar para os riscos das empresas e que os gestores recebiam prémios de forma avulsa, mesmo em períodos em que tinha prejuízos.