O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Orçamento tem almofada de 243 milhões para novos funcionários públicos

Orçamento tem almofada de 243 milhões para novos funcionários públicos

Durante anos, estas dotações foram utilizadas em aumentos salariais negociados com sindicatos. Verba destina-se a despesas não previstas e inadiáveis. Já estava no Orçamento de 2021, mas não foi usada.

O Ministério das Finanças vai ter, no próximo ano, uma almofada financeira de cerca de 243,2 milhões de euros para ser usada na contratação de funcionários públicos em qualquer área governativa, um montante classificado como "dotação provisional" e incluído nas despesas com pessoal do respetivo ministério, que tem assim um aumento percentual de 42,4% relativamente à estimativa da execução deste ano, refere o relatório do Orçamento do Estado para 2022.

João Leão vai gastar 573,7 milhões de euros com salários este ano e orçamentou 816,9 milhões para 2022, contando com a folga que poderá ou não ser usada. Esta almofada já tinha sido inscrita no Orçamento de 2021, mas o Governo não a utilizou, passando agora para o ano seguinte.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG