O Jogo ao Vivo

Imagens

Últimas

Bragança

Pena suspensa para funcionário de junta e IPSS que desviou 41 mil euros

O Tribunal de Bragança condenou, esta sexta-feira, a uma pena de prisão de cinco anos, suspensa por igual período, um antigo funcionário da Junta de Vila Flor e do centro paroquial da freguesia, pelo desvio de mais de 41 mil euros das duas instituições. O arguido vai ter de pagar, ao longo daqueles cinco anos, cerca de 17 mil euros, o que corresponde apenas a metade do montante do pedido cível, devido à difícil situação económica em que está o arguido.