Policia Judiciária

Assaltos armados a ourives na origem da detenção de Bianchi

Assaltos armados a ourives na origem da detenção de Bianchi

Hélder Bianchi, 33 anos, é suspeito dos crimes de homicídio na forma tentada e roubo agravado, em assaltos a ouvires, furto qualificado e falsificação.

Segundo um comunicado da Polícia Judiciária, Bianchi é suspeito de quatro crimes de homicídio na forma tentada, sete crimes de roubo agravado, um crime de roubo agravado na forma tentada, três crimes de furto qualificado e cinco crimes de falsificação.

PUB

O inquérito, iniciado no ano de 2016, investiga a atividade de um grupo criminoso, organizado e altamente violento, responsável por uma série de roubos com arma de fogo que tiveram como alvo, sobretudo, comerciantes de ouro.

A PJ frisa que durante alguns dos assaltos, ocorridos no ano de 2017, foram usadas armas de fogo automáticas, de calibre de guerra e efetuados disparos que apenas por sorte não causaram vítimas mortais.

No decurso da investigação foram já apreendidas armas de fogo, munições e, em abril de 2021, detidos três elementos do grupo.

O comunicado da Diretoria do Norte da PJ, recorda que, apesar de ter apenas 33 anos, Hélder Bianchi tem vastos antecedentes criminais por crimes violentos, tendo já sido condenado e cumprido uma pena de prisão de 10 anos, pelos crimes de associação criminosa, homicídio na forma tentada, roubo agravado, resistência e coação sobre funcionário e ofensas à integridade física qualificada.

O ex-líder do gangue de Valbom vai agora ser apresentado à autoridade judiciária competente para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG