Dor e emoção

Bairro de Ramalde presta homenagem a adepto morto nos festejos do F.C. Porto

Bairro de Ramalde presta homenagem a adepto morto nos festejos do F.C. Porto

Dezenas de familiares, amigos e vizinhos de Igor Silva, o jovem que foi morto à facada durante os festejos do título de campeão do F.C. Porto, junto ao Estádio do Dragão, prestaram homenagem à vítima no bairro de Ramalde, exigindo que a justiça seja rápida a encontrar os culpados.

Na noite deste domingo, no coração do bairro, onde Igor vivia e era apreciado, as pessoas enlutadas juntaram-se para um lançamento de balões brancos. Também colocaram velas e uma fotografia gigante da vítima para poder lembrar Igor.

De acordo com relatos feitos por moradores ao JN, os amigos e familiares querem que a justiça seja célere a deter o ou os suspeitos da morte de Igor Silva, temendo que haja uma escalada de violência caso não haja rapidez para encontrar os culpados.

A autópsia deve realizar-se esta segunda-feira no INML do Porto, permitindo estabelecer se a vítima foi morta à facada ou com outro tipo de objeto contundente. A Polícia Judiciária do Porto está a reunir elementos de prova que sustentem a tese do acerto de contas entre a vítima e outros adeptos do F.C. Porto. Ainda não houve detenções.

Igor Silva, de 26 anos, foi esfaqueado, domingo de madrugada, na Alameda das Antas, junto ao Estádio do Dragão, no Porto, durante os festejos da vitória do F. C. Porto, que se sagrou Campeão Nacional.

Socorrido no local, acabou por morrer no Hospital de São João. Na sua companhia estava Elisabete Pinho, que terá tentado parar com as agressões e acabou também por ser ferida, embora sem gravidade. Há dois suspeitos identificados, mas ainda não há detenções. Vítima e supostos agressores conheciam-se, tudo apontando para um ajuste de contas.

PUB

Mas as razões para a violenta agressão remontam à Queima das Fitas deste ano, durante a qual Igor Jorge Salazar da Silva terá maltratado uma jovem que, mais tarde, na companhia da mãe, se dirigiu ao Bairro de Ramalde, onde ele residia, tentando tirar satisfações. As duas mulheres acabaram agredidas, o que revoltou os dois homens já identificados pela PSP como possíveis agressores de Igor.

No Estádio da Luz, onde o F. C. Porto se sagrou campeão, os dois grupos iniciaram uma contenda, que acabaria por terminar já no Porto, junto ao Dragão, com o esfaqueamento da vítima.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG