O Jogo ao Vivo

Base do Alfeite

Centro de formação da Frontex em Portugal fica em Almada

Centro de formação da Frontex em Portugal fica em Almada

Começou, esta quarta-feira, na Escola da Autoridade Marítima, na Base do Alfeite, em Almada, a formação de base dos novos oficiais do corpo permanente da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira, também conhecida como Frontex. Este é o primeiro curso realizado em Portugal no novo centro de formação depois de, na semana passada, ter sido noticiado que a agência se preparava para formar agentes em território luso.

Desde a criação do corpo permanente, a formação básica tem sido acolhida por vários centros de formação em toda a Europa, como aconteceu na Polónia, em Itália ou, mais recentemente, em Espanha. Agora será a vez de Portugal.

A instituição de formação foi escolhida na sequência de uma candidatura ao concurso apresentada pela Autoridade Marítima Nacional e pela Marinha Portuguesa.

O curso será ministrado nas instalações da Escola da Autoridade Marítima, até nove de dezembro deste ano e contará com a participação de 167 alunos de diversas nacionalidades do Espaço Schengen, como Portugal, Grécia, Espanha, Roménia, Itália e Polónia, entre outros.

A decisão de escolher Portugal foi tomada há cerca de duas semanas e aguardava a conclusão de algumas formalidades, o que já aconteceu, mas ainda não tinha sido anunciada oficialmente. No entanto, tal como já tinha esclarecido a Frontex ao JN, tal escolha não afetará a "excelente relação" que a agência tem com outros centros de formação nos Estados-Membros da União Europeia.

"A Agência está a cooperar com muitos deles, não só no âmbito da formação de base ministrada ao corpo permanente, mas também no acolhimento e participação em formações especializadas e outros eventos académicos", especificou a agência.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG