Exclusivo

Milhares de timorenses em Portugal enganados por redes criminosas

Milhares de timorenses em Portugal enganados por redes criminosas

Cerca de cinco mil timorenses foram aliciados, este ano, com promessas de emprego, alojamento e legalização, a troco de três a quatro mil euros. Muitos foram abandonados e estão sem abrigo.

As autoridades estão preocupadas com o recente fenómeno. Nos anos anteriores, havia uma média de 500 a mil timorenses que entravam em Portugal à procura de uma vida melhor. Desde janeiro, já foram registados cerca de cinco mil. E tudo aponta para que sejam vítimas de redes criminosas de tráfico de pessoas para exploração laboral, a quem pagaram entre três e quatro mil euros, com promessas de emprego, alojamento e legalização. Muitos deles já são sem-abrigo e o SEF tem uma dezena de investigações em curso sobre este êxodo timorense.

São mais de 550 cidadãos timorenses que, ao abrigo da isenção de visto, chegam todos os meses a território nacional. O fluxo anormal de imigração e as centenas de casos de abandono reportados em todo o país, como no Fundão ou Serpa, levaram as autoridades a abrir investigações por suspeitas de tráfico de pessoas para exploração laboral.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG