Lisboa

PSP apanha três "turistas de grafitagem"

PSP apanha três "turistas de grafitagem"

Três cidadãos estrangeiros foram surpreendidos por um agente da PSP quando grafitavam uma cabine de alvenaria na freguesia da Estrela, em Lisboa. Foram identificados e o material de pintura foi apreendido cautelarmente. Admitiram estar a praticar "turismo de grafitagem".

Pelas 11.49 horas do dia 2 de setembro, um polícia que se deslocava para o início do seu turno na esquadra na Estação Ferroviária de Oeiras apercebeu-se de que junto a uma cabine de alvenaria privada, na freguesia da Estrela, em Lisboa, se encontravam três jovens a grafitar.

O polícia abordou os suspeitos, todos de nacionalidade estrangeira. Os jovens disseram que não sabiam que estavam a incorrer num crime e afirmaram que apenas estavam a realizar pinturas artísticas.

PUB

Os arguidos admitiram que não tinham autorização para aquela atividade e que estavam a praticar "turismo de grafitagem", um fenómeno já familiar para os polícias da Divisão de Segurança a Transportes Públicos, muito comum em comboios e em vários países.

Os jovens foram identificados e foram apreendidos 70 bicos de latas, 31 latas de spray, dois marcadores e dois sacos.

Em comunicado, a PSP afirma que "continuará a desencadear todas as ações preventivas possíveis no sentido de evitar que novas ações idênticas sejam cometidas, evitando a danificação da propriedade alheia, almejando desta forma reforçar os níveis de segurança das populações em geral e dos utentes dos Transportes Públicos da área Metropolitana de Lisboa em particular".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG