Gualtar

PSP em força contra violência na noite de Braga 

PSP em força contra violência na noite de Braga 

Zonas dos bares fechadas e toda a gente revistada em Gualtar.

A PSP de Braga deu como que "uma prova de força", na madrugada deste sábado, na zona de bares em Gualtar, junto ao campus da Universidade do Minho, palco de violência e de tentativas de assédio sexual. Pelas 00.35 horas foi cercada a praça dos Peões, onde há cinco estabelecimentos de diversão noturna, e ninguém saiu sem ser identificado e revistado à procura de drogas ou armas.

A seguir, o dispositivo policial foi para uma artéria vizinha, a Rua do Vilar, uma zona residencial de estudantes, com bares e, habitualmente, grande aglomeração de jovens, tendo procedido do mesmo modo. No entanto, ninguém foi detido.

Na ação, comandada pelo intendente Soares Lopes, Chefe da Área de Operações do Comando Distrital, participaram agentes das duas esquadras da cidade e da Unidade Especial de Polícia, vinda do Porto. Em paralelo, a ASAE multou três estabelecimentos da zona e encerrou um deles, por falta de testes ou de certificado de vacinação. A Polícia abandonou o local mais de duas horas depois.

Conforme o JN tem noticiado, aquela área da cidade tem sido alvo de cenas de violência e de tentativas de assédio sexual. Há dias, centenas de estudantes realizaram uma manifestação de protesto em que gritavam: "Estamos com medo" e "O Corpo é meu".

De seguida, o reitor, Rui Vieira de Castro, enviou um comunicado à comunidade estudantil a expressar "preocupação" com os desacatos frequentes que têm ocorrido durante a noite, na zona dos bares, junto ao campus de Gualtar. "Estas lutas têm ocorrido em plena rua, após o fecho dos bares, podendo ter na sua origem disputas entre grupos rivais. A Universidade exprimiu já a sua preocupação por esta situação junto das autoridades, apelando a um reforço da vigilância", escreve Rui Vieira de Castro.

O responsável sublinhou, na ocasião, que, na sequência de contactos com a PSP, "que tem acompanhado este crescimento de violência", as autoridades garantiram o reforço de policiamento, tanto para controlar o cumprimento dos horários dos bares, como para vigiar as ruas.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG