Moscavide

Vídeo mostra idoso que matou homem a tiro a ser imobilizado por populares

Vídeo mostra idoso que matou homem a tiro a ser imobilizado por populares

O homem com cerca de 80 anos que matou a tiro Bruno Candé Marques, na rua, em Moscavide, foi imobilizado por transeuntes que o impediram de fugir do local até à chegada das autoridades. A família da vítima fala em motivações racistas.

De acordo com o Comando da PSP de Lisboa, o incidente ocorreu pelas 13.20 horas deste sábado, na Avenida Moscavide, em Moscavide, concelho de Loures. Segundo apurou o JN, o homicida, na casa dos 80 anos, surpreendeu a vítima, de 39, em plena rua e baleou-a mortalmente.

Bruno Candé Marques acabou por morrer no local, apesar dos esforços das equipas médicas. O autor do disparo foi detido no sítio do crime, depois de ter sido manietado por populares, como se confirma no vídeo abaixo, entretanto divulgado nas redes sociais.

Bruno era ator (chegou a participar na novela "Única Mulher", da TVI) e, além de ser o "tio preferido dos sobrinhos", era também um "pai brincalhão, dedicado e ligado à família", recordou a família em comunicado, em que lamenta o "caráter premeditado e racista deste crime hediondo". Segundo a mensagem partilhada, o suspeito já teria ameaçado a vítima de morte, tendo-lhe inclusivamente proferido insultos racistas.

Outras Notícias