Hackers

Vodafone não sabe se ataque informático acedeu a dados dos clientes

Vodafone não sabe se ataque informático acedeu a dados dos clientes

Os problemas nos serviços da Vodafone, que afetam clientes de dados, telemóvel e televisão, foram originados por um ataque informático, admitiu a empresa.

"A Vodafone foi alvo de uma disrupção na sua rede, iniciada na noite de 7 de fevereiro de 2022 devido a um ciberataque deliberado e malicioso com o objetivo de causar danos e perturbações", admitiu a empresa, em comunicado, esta terça-feira de manhã, dia da Internet Segura. "Não temos a esta data quaisquer indícios de que os dados de Clientes tenham sido acedidos e/ou comprometidos", admite a empresa.

"Esta situação está a afetar a prestação de serviços baseados em redes de dados, nomeadamente rede 4G/5G, serviços fixos de voz, televisão, SMS e serviços de atendimento voz/digital", adianta a empresa. A Vodafone anuncia que "agiu de forma imediata para identificar e conter os efeitos e repor os serviços" assim que detetou os primeiros sinais de perturbações na rede, mas ainda há problemas.

A empresa diz, tal como já tinha sido avançado, que recuperou os serviços de voz móvel e os serviços e que os dados móveis estão disponíveis exclusivamente na rede 3G em quase todo o país. "Infelizmente, a dimensão e gravidade do ato criminoso a que fomos sujeitos implica para todos os demais serviços um cuidadoso e prolongado trabalho de recuperação que envolve múltiplas equipas nacionais, internacionais e parceiros externos", explica a Vodafone.

A empresa diz que "a investigação aprofundada do ato criminoso" a que foi sujeita "se irá prolongar por tempo indeterminado e com o envolvimento das autoridades competentes" e diz estar "absolutamente determinada em repor a normalidade dos serviços no menor tempo possível."

A empresa "lamenta profundamente os transtornos causados" aos clientes, que começaram na segunda-feira à noite. Os problemas foram detetados cerca das 21 horas com falhas no acesso aos serviços de telefone e rede de Internet.

Segundo o portal que controla os problemas e falhas de serviços online "Downdetector" o pico de denúncias ocorreu cerca das 22 horas, com 7727 notificações. Lisboa, Porto, Vila Nova de Gaia, Amadora, Coimbra, Braga, Rio Tinto, Santo Tirso, Maia eram os locais com mais problemas registados.

PUB

Durante a madrugada, a Vodafone disse que os serviços de voz móvel registaram uma "recuperação progressiva a partir das 22 horas", embora se mantivessem "algumas perturbações nas ligações" para outros operadores.

Antes, a operadora tinha admitido, numa outra nota, que problemas técnicos estavam a ter impacto numa "percentagem significativa de clientes", afetando "essencialmente os serviços de telecomunicações móveis, mas também com potencial impacto no serviço de televisão".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG