Projeto

Alpinistas já trabalham na ponte suspensa de Arouca

Alpinistas já trabalham na ponte suspensa de Arouca

É o primeiro projeto do género em Portugal e já está lançado o primeiro cabo que vai permitir aos alpinistas colocar os cabos de aço e os tabuleiros da ponte. Seis, de um total de oito alpinistas, já estão a trabalhar naquela que será a maior ponte pedonal suspensa do Mundo, em Arouca. A "516 Arouca" deve estar concluída até final do ano.

Quem for aos Passadiços do Paiva nos próximos tempos poderá assistir ao trabalho dos técnicos que andam presos por arneses em alturas que chegam aos 175 metros a partir do rio. Os dois pilares de 35,5 metros de altura que vão sustentar a ponte - um junto ao percurso dos Passadiços do Paiva e outro na margem oposta do rio Paiva, em Alvarenga - já estão construídos. E, em jeito de miradouro, deixam espaço para imaginar a futura ponte suspensa que terá 516 metros de extensão e 175 de altura, o mesmo que 58 andares.

Os alpinistas, todos portugueses, da Outside Works nunca tinham trabalhado em projeto semelhante - é o primeiro em Portugal. Daí que descer pela escarpa até ao rio para conseguirem passar o cabo que vai sustentar todos os trabalhos tenha levado três dias. O cabo vai servir como suporte a uma espécie de teleférico para transportar cabos e tabuleiros. Ao todo, a ponte vai estar segura por sete cabos de cada lado, e terá 127 tabuleiros de gradil metálico.