O Jogo ao Vivo

Deslizamento

Família de jovem que morreu soterrada em Esposende desmente gravidez

Família de jovem que morreu soterrada em Esposende desmente gravidez

A jovem que morreu, esta quarta-feira, soterrada por um deslizamento de terra sobre uma moradia em Palmeira de Faro, freguesia de Esposende, não estava grávida. Fonte próxima da família da vítima desmentiu, esta quinta-feira, a situação.

Entretanto, são muitas as manifestações de pesar ao casal falecido. O presidente da autarquia, Benjamim Pereira, endereçou "profundas condolências e solidariedade aos familiares e amigos" e lembrou que "o Município de Esposende disponibilizou os meios necessários e acompanhou os familiares neste momento difícil".

Também o presidente da União de Freguesias de Palmeira de Faro e Curvos manifestou "solidariedade e conforto" à família. "Tantos sonhos que ficam por realizar. Muita força, neste momento de dor, a todos os familiares e amigos", disse Mário Fernandes.

PUB

A presidência do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, onde Susana Gonçalves se licenciou em Enfermagem, prestou homenagem à vítima e o Arcebispo de Braga, José Cordeiro, recebeu a notícia com "grande consternação e profunda tristeza".

Recorde-se que tudo aconteceu muito perto das quatro horas da madrugada. Parte de uma habitação unifamiliar, situada na rua Dr. Artur Barros Lima, foi atingida por um deslizamento de terras e pedras de grandes dimensões, provenientes do terreno de uma outra moradia construída no cimo do monte. No interior da casa encontravam-se seis pessoas. Um casal, com idades compreendidas entre os 40 e os 50 anos, e duas crianças, de dois e 12 anos, que escaparam ilesos. A mesma sorte não acompanhou Susana e David.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG