Exclusivo

Europa estuda método para vacinar mais gente contra monkeypox

Europa estuda método para vacinar mais gente contra monkeypox

Estratégia pode ajudar a alargar a vacinação preventiva. Portugal já administrou cerca de 250.

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) está a estudar um novo método de administração da vacina contra a monkeypox e deverá ter uma decisão até ao final da semana. A estratégia, já aprovada pelos Estados Unidos, ajudaria a que Portugal avançasse com a vacinação preventiva (antes da exposição ao risco). Até agora, em território nacional, só os contactos próximos de casos confirmados são elegíveis para vacinação. Desde 16 de julho, segundo Margarida Tavares, responsável da Direção-Geral da Saúde (DGS) pela estratégia de combate à monkeypox, foram vacinados entre "200 e 250 contactos".

"Atualmente, a [vacina] Imvanex é apenas injetada por via subcutânea (debaixo da pele). O uso intradérmico (como uma injeção na pele) exigiria doses menores e mais pessoas poderiam receber a vacina", explica fonte do regulador europeu ao JN. Na injeção subcutânea, a administração da vacina é feita no tecido abaixo da pele. Já a injeção intradérmica é na pele propriamente dita e é mais superficial.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG