09.02.2020

Fotogaleria

Tempestade Ciara atinge oeste da Europa. Reino Unido é o mais afetado

Tempestade Ciara atinge oeste da Europa. Reino Unido é o mais afetado

Voos anulados, ligações marítimas interrompidas entre a França e o Reino Unido, jogos de futebol adiados: a tempestade Ciara atingiu este domingo o noroeste da Europa fazendo recear danos, inundações e cortes de eletricidade.

Em França, onde o norte está particularmente exposto, 35 zonas foram colocadas em alerta laranja e a população foi aconselhada a evitar regiões arborizadas, o litoral e os passeios no mar.

No Reino Unido, o país mais afetado pela tempestade, que provocou fortes chuvas e rajadas de mais de 130 quilómetros por hora, os transportes aéreos, ferroviários e marítimos registaram perturbações.

O serviço de meteorologia britânico (Met Office) colocou a Inglaterra e o país de Gales em alerta laranja no que se refere ao vento até às 21 horas (mesma hora em Portugal).

O Met Office disse ainda esperar danos em habitações e a possibilidade de cortes de corrente e inundações.

Na cidade escocesa de Perth, três pessoas ficaram feridas na queda parcial do telhado de um pub.

Dezenas de voos foram anulados ou atrasados e a British Airways deu a possibilidade aos passageiros que deveriam chegar ou partir hoje dos aeroportos londrinos de adiarem o seu voo.

A Network Rail, proprietária da rede ferroviária britânica, aconselhou as pessoas a não se deslocarem de comboio hoje a não ser que fosse "absolutamente necessário" e alertou que o tráfego poderia registar perturbações até à manhã de segunda-feira. Várias companhias ferroviárias decidiram reduzir a frequência e velocidade dos comboios.

A circulação dos 'ferries' no canal da Mancha, entre Calais e Dover, foi interrompida ao meio-dia "até nova ordem".

A tempestade levou também ao adiamento de vários jogos de futebol no Reino Unido, assim como do jogo Escócia-Inglaterra do Torneio das Seis Nações de râguebi feminino e de corridas de cavalos.

Na Irlanda, colocada em alerta laranja por risco de inundações nas regiões costeiras, 10 mil habitações e empresas ficaram sem eletricidade.

O transporte aéreo na Bélgica e Alemanha foi igualmente afetado e no norte deste último país foram ainda anuladas ligações ferroviárias regionais.

No Luxemburgo, os alunos das escolas públicas estão dispensados das aulas na segunda-feira, devido ao alerta de tempestade para esse dia, quando são esperados em França ventos até 140 km/hora.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG