Tensão

NATO suspende operações de treino no Iraque

NATO suspende operações de treino no Iraque

A NATO suspendeu as operações de treino no Iraque, disse este sábado o porta-voz da organização, Dylan White, após a morte do general iraniano Qassem Soleimani num ataque norte-americano a Bagdad.

A missão da NATO no Iraque treina as forças daquele país desde outubro de 2018, a pedido do Governo iraquiano, para impedir o regresso do Estado Islâmico (EI).

"A missão da NATO continua, mas as atividades de treino estão suspensas", disse White.

O porta-voz também confirmou que o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, conversou por telefone com o secretário de Defesa norte-americano, Mark Esper, após os recentes acontecimentos no Iraque.

A coligação 'anti-jihadista' liderada pelos Estados Unidos reduziu as suas operações e reforçou a segurança das suas bases no Iraque, disse hoje uma autoridade norte-americana à AFP em Bagdad.

O comandante da força de elite iraniana Al-Quds, o general Qassem Soleimani, morreu na sexta-feira num ataque aéreo contra o aeroporto internacional de Bagdad que o Pentágono declarou ter sido ordenado pelo Presidente dos Estados Unidos.

No mesmo ataque morreu também o 'número dois' da coligação de grupos paramilitares pró-iranianos no Iraque, Abu Mehdi al-Muhandis, conhecida como Mobilização Popular [Hachd al-Chaabi], além de outras seis pessoas.

O ataque ocorreu três dias depois de um assalto inédito à embaixada norte-americana que durou dois dias e apenas terminou quando Trump anunciou o envio de mais 750 soldados para o Médio Oriente.

Outras Notícias