O Jogo ao Vivo

Heathrow

Voos cancelados em Londres para "garantir silêncio" na procissão do caixão da rainha

Voos cancelados em Londres para "garantir silêncio" na procissão do caixão da rainha

Alguns voos desta tarde, no aeroporto de Heathrow, foram cancelados para "garantir silêncio" durante a procissão do caixão da rainha Isabel II.

Em comunicado, o aeroporto no oeste de Londres explicou que, "em respeito" com o período de luto, fará as "alterações apropriadas" na operação. As medidas incluem o cancelamento dos voos entre as 13.50 horas e as 15.40 horas desta quarta-feira para "garantir silêncio no centro de Londres enquanto a procissão cerimonial se move do Palácio de Buckingham para Westminster Hall".

PUB

"Os passageiros serão notificados diretamente pelas suas companhias aéreas sobre quaisquer alterações nos voos. Antecipamos mais mudanças na operação de Heathrow na segunda-feira, 19 de setembro, quando o funeral da Sua Majestade ocorrer, e comunicar-las-emos com mais detalhes nos próximos dias. Pedimos desculpas pela interrupção que estas mudanças causam, pois trabalhamos para limitar o impacto nos próximos eventos", lê-se na mesma nota.

A Autoridade de Aviação Civil também impôs uma restrição ao espaço aéreo no centro de Londres, que proíbe aeronaves - incluindo drones - de voarem abaixo de 762 metros entre 9 e 19 de setembro. A British Airways cancelou 16 voos de curta distância - que deverão afetar mais de duas mil pessoas - devido à restrição do espaço aéreo. Além disso, a companhia aérea escocesa Loganair avisou que não irá operar voos durante o funeral.

Serviços e lojas fechados no dia do funeral

As cerimónias fúnebres da rainha Isabel II também vão fechar várias empresas e serviços públicos, especialmente na segunda-feira. No seu site, o governo britânico informa que o feriado nacional que marca o dia do funeral da rainha Isabel II "permitirá que indivíduos, empresas e outras organizações prestem os seus respeitos a Sua Majestade e comemorem o Seu reinado, marcando o último dia do período de luto nacional". Embora diga que algumas empresas "podem querer considerar fechar ou adiar eventos", não há direito legal de folga para os trabalhadores.

Ainda assim, são vários os serviços que serão interrompidos, como é o caso da recolha do lixo, exames de condução, consultas hospitalares, cinemas e grandes supermercados. O Royal Mail anunciou que os seus serviços postais serão suspensos no dia do funeral. Já o grupo de lazer Better disse que todos os seus centros de lazer, bibliotecas e spas também serão fechados.

O McDonalds é uma das mais recentes redes a anunciar o seu encerramento, após a confirmação de fecho de negócios como a Aldi, Argos, B&Q, Blue Diamond Garden Centres, Costa Coffee, Harrods, Holland & Barrett, Homebase, Iceland, Ikea, John Lewis, Lidl, Morrisons, M&S, Pets at Home, Poundland, Primark, Tesco, Waitrose, WH Smith e Wilko. A famosa rede de fast food, quem tem cerca de 1300 restaurantes no Reino Unido, vai estar fechado até às 17 horas de seguda-feira.

Procissão até Westminster Hall

Às 14.22 horas, o caixão da rainha começará a sua jornada do Palácio de Buckingham até o Westminster Hall - uma jornada de cerca de 1,6 quilómetros pelo centro de Londres. O rei Carlos III, o príncipe William e o príncipe Harry caminharão atrás do caixão.

A falecida rainha ficará no Westminster Hall até ao funeral na segunda-feira. O público poderá visitar o caixão das 17 horas de quarta-feira às 6.30 horas de segunda-feira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG