Covid-19

Seis turmas da Amadora em isolamento após contacto com professora infetada

Seis turmas da Amadora em isolamento após contacto com professora infetada

A mulher hospitalizada na quarta-feira em Lisboa com o novo coronavírus é professora na Escola Básica 2/3 Roque Gameiro e na Escola Secundária da Amadora. Alunos do 7.º ano vão ficar em isolamento.

O Agrupamento de Escolas Pioneiras da Aviação Portuguesa, ao qual pertencem os dois estabelecimentos de ensino da Amadora, confirmou o caso de infeção de uma professora com o Covid-19. Trata-se da mulher que foi hospitalizada, na quarta-feira, em Lisboa.

A professora de Físico-Química esteve em Itália durante as férias do Carnaval e regressou às aulas no final da semana passada. Na segunda-feira adoeceu e foi-lhe diagnosticada infeção pelo novo coronavírus.

"Face a esta situação, foi determinado pela autoridade de saúde da Amadora que as cinco turmas da Escola Básica 2/3 Roque Gameiro e uma turma da Escola Secundária da Amadora que tiveram aulas com esta professora vão ficar em isolamento social até ao dia 13 de março, inclusive, nas suas residências, não podendo portanto vir à escola", refere o comunicado do agrupamento.

Os professores e assistentes operacionais que estiveram em contacto com a professora também ficam em isolamento.

De acordo com a direção do agrupamento são cerca de 150 alunos, cinco professores e três auxiliares.

Para os restantes estudantes, as aulas continuam a decorrer.

Esta quinta-feira à tarde, os pais dos alunos reuniram-se com o delegado de saúde de Lisboa e Vale do Tejo, Mário Durval, e com um responsável pela direção da Roque Gameiro.

No final, o médico assegurou, em declarações aos jornalistas, que as crianças e adultos em isolamento estão a ser acompanhadas pelas autoridades de saúde. Questionado sobre a segurança da restante população escolar, Mário Durval, explicou que quem está em isolamento "só começariam a contaminar outros se o nível de vírus no seu organismo fosse suficiente" e que o intervalo de tempo não é suficiente para que tal tenha acontecido.

"Pensamos que ao tomar esta decisão este foco fique debelado", prosseguiu, sublinhando que "não se podem tomar medidas desproporcionadas".

Da parte da manhã, foram confirmados mais dois casos de infeção pelo novo coronavírus em Portugal. São dois homens e estão internados no Hospital de São João, no Porto. Um dos doentes tem 50 anos e veio de Itália e o outro tem 49 anos e ligação a um caso confirmado, informou a DGS em comunicado.

Ao início da tarde surgiu o nono caso de infeção. O doente, de 42 anos, está internado no Hospital Curry Cabral, em Lisboa, e esteve em contacto com outro paciente infetado.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG