Exclusivo

VMER do INEM pararam cinco mil horas por falta de médicos

VMER do INEM pararam cinco mil horas por falta de médicos

No ano passado, as viaturas médicas de emergência e reanimação (VMER) do INEM estiveram quase sete mil horas inoperacionais, das quais 5400 horas por falta de tripulação.

A taxa de inoperacionalidade deste diferenciado meio de socorro pré-hospitalar foi de 1,8%, o pior registo desde 2014. As situações mais graves verificaram-se no interior do país, onde cerca de um quinto do território esteve sem VMER durante mais de três mil horas.

Quando a VMER está inoperacional, seja por avaria ou falta de tripulação, a vítima espera mais tempo por outra viatura ou é assistida e transportada para o hospital por equipas menos qualificadas. No interior do país, o problema é ainda mais grave porque as VMER, sediadas nos hospitais, distam largos quilómetros entre si e o tempo de espera pode ser fatal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG