Boletim DGS

Internados aumentam no terceiro dia com mais casos de covid em Portugal

Internados aumentam no terceiro dia com mais casos de covid em Portugal

Portugal registou 17 mortes e 38.734 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas. Hospitalizações voltaram a aumentar.

O boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) reporta esta sexta-feira mais 38.734 infetados face a quinta-feira, o que eleva para 1.577.784 o número total de casos confirmados desde março de 2020.

Face ao balanço de ontem, são menos 340 casos. No entanto, em comparação com o de sexta-feira passada (30.829), o aumento é significativo: mais 7905 positivos.

De realçar, contudo, que o número de mortes é, hoje, incomparavelmente inferior ao de há um ano. Nas últimas 24 horas, 17 infetados perderam a batalha contra a doença, sendo que, a 7 de janeiro de 2021, morreram 95 pessoas.

Desde o início da pandemia, 1.304.473 cidadãos recuperaram, 31.917 deles desde o boletim anterior. O número de casos ativos aumentou para 254.240, mais 6800 do que ontem.

A maioria dos casos continua a estar concentrada na região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT), que hoje soma mais 15.606 infeções. Segue-se o Norte com 14.689, o Centro com 4558, o Alentejo com 1126, o Algarve com 940, a Madeira com 1526 e os Açores com 289.

Das 17 mortes, nove foram reportadas em LVT, quatro no Norte, uma no Centro, uma no Alentejo, uma no Algarve e outra na Madeira, correspondendo a seis octogenários, sete pessoas na casa dos 70 anos, duas na dos 60, uma na faixa etária dos 50 e outra na dos 30.

PUB

Nos hospitais portugueses estão, agora, 1353 infetados, mais 42 em relação ao boletim anterior. Valor muito inferior ao registado há um ano, quando havia mais de 3300 hospitalizações.

Em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) estão 161 pessoas, mais três face ao balanço de ontem. No dia 7 de janeiro de 2021 havia 514 doentes graves.

Em dia de atualização da matriz de risco (cuja escala tem vindo a ser revista face aos sucessivos aumentos de casos), a incidência nacional por cem mil habitantes nos últimos 14 dias aumentou para 2438,8 (era de 2104,7 na quarta-feira).

O risco de transmissibilidade, por sua vez, desceu para 1,32 (1,43 na atualização anterior).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG