Orçamento

Líder do Chega acredita que poderá apresentar propostas com PSD

Líder do Chega acredita que poderá apresentar propostas com PSD

André Ventura, líder do partido Chega, acredita que poderá apresentar "propostas em conjunto" com o PSD, na sequência da reunião que teve com Rui Rio, em que discutiram "posições comuns na política económica", disse este sábado ao JN o deputado único daquela nova força parlamentar.

Quando decorrem negociações para o Orçamento do Estado, André Ventura quis manifestar a Rio "abertura para criar pontes em matéria económica e fiscal".

Foi recebido quarta-feira por Rio, no dia do debate quinzenal, e, ao mesmo tempo que "ficou clara a diferenciação ideológica", Ventura diz ter ficado igualmente "com a ideia" de que o líder do PSD está disponível para discutirem e "até apresentarem em conjunto" propostas concretas "em matéria económica".

Marcelo foi "sensível"

Da conversa com Marcelo também saiu satisfeito. "Vai transmitir as nossas preocupações ao presidente da Assembleia da República (AR) e "foi sensível" às queixas do Chega sobre os entraves à intervenção dos deputados únicos, garante o deputado.

"Dá-se a ideia de que há partidos de primeira e de segunda", critica André Ventura, considerando "absurdo e ridículo" que "o Chega ou a Iniciativa Liberal nem possam falar dos seus próprios projetos".

Para a alteração do regimento da AR, o projeto do Chega atribui dois minutos nos casos em que hoje não está prevista qualquer intervenção. E, enquanto não há novo regimento, requereu ao Parlamento uma grelha temporária com o mínimo de um minuto e meio para deputados únicos no debate de iniciativas legislativas.

Outras Notícias