O Jogo ao Vivo

Acordo

Governo e PSD convergem sobre novo aeroporto e Santarém entra nas contas

Governo e PSD convergem sobre novo aeroporto e Santarém entra nas contas

O primeiro-ministro e o líder do PSD chegaram a acordo para criar uma comissão técnica que decida, através de uma avaliação ambiental estratégica, qual é a melhor localização para o novo aeroporto de Lisboa. António Costa saudou a "convergência" com os sociais-democratas, revelando que o trabalho da comissão ficará concluído "até ao final do próximo ano". Já Luís Montenegro revelou que as propostas laranjas tiveram um "acolhimento generalizado". A hipótese de a infraestrutura vir a ser construída em Santarém vai ser uma das soluções estudadas.

"Vamos agora contactar as diferentes entidades que contribuirão para a composição da comissão técnica e da comissão de acompanhamento", revelou Costa, esta sexta-feira, no final da reunião decorrida em São Bento. O primeiro-ministro não quis, contudo, divulgar quais serão as entidades antes de as contactar oficialmente.

Costa afirmou ter registado "com muita satisfação" que foi possível obter, entre Governo e PSD, um acordo quanto ao modelo a adotar para fazer a avaliação. "É fundamental que essa decisão possa ter o consenso político mais alargado possível, visto que esta infraestrutura servirá o país nas próximas décadas", frisou.

PUB

O primeiro-ministro anunciou também que a comissão não estudará apenas as opções Montijo e Alcochete. Questionado sobre se a hipótese Santarém também será equacionada, confirmou que essa é "uma das soluções que vão ser consideradas na avaliação". O facto de existirem "muitas opções diversas" é, aliás, o que torna "essencial" que haja uma "decisão consistente e sustentada", reforçou.

Costa frisou ainda que, enquanto as obras no aeroporto da Portela durarem, a região de Lisboa terá, "necessariamente", de recorrer a infraestruturas complementares, como o aeródromo de Tires, tal como pedia o PSD. O chefe do Governo salientou a necessidade de as obras na Portela serem concluídas de forma "muito rápida".

A resolução que criará a comissão técnica deverá ser aprovada "num dos dois próximos conselhos de ministros", revelou Costa - ou seja, durante os próximos 15 dias. A entidade será, em parte, composta por elementos do meio académico e científico, sendo que caberá ao primeiro-ministro nomear o coordenador.

Local decidido dentro de um ano, diz PSD

Luís Montenegro afirmou que o Governo manifestou um "acolhimento generalizado" das preocupações do partido quanto ao futuro aeroporto. "Estão criadas as condições para que o Governo possa avançar nesta matéria e que, daqui a mais ou menos um ano, possa tomar a decisão final quanto à localização do futuro aeroporto", frisou o líder do PSD.

Questionado sobre se tem preferência quanto ao local, Montenegro deixou esse trabalho para a comissão. Qualquer que seja a decisão final, ela "só será legitimada" após a avaliação dos peritos, referiu, preferindo destacar a "convergência de posições" que, esta sexta-feira, existiu entre Governo e PSD quanto à metodologia a seguir. Montenegro também defendeu que as obras na Portela devem arrancar "o mais brevemente possível".

A reunião foi agendada depois de, na quarta-feira, o presidente social-democrata ter escrito uma carta ao primeiro-ministro onde pedia uma "realização imediata" da avaliação ambiental estratégica sobre localizações possíveis do aeroporto. No mesmo dia, Costa convidou-o para um encontro em São Bento para discutir o tema.

A reunião durou pouco mais de uma hora. Do lado do Governo, além de Costa, esteve também presente o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos. Recentemente, recorde-se, Montenegro tinha dito que era "ponto assente" que não discutiria o aeroporto apenas com Pedro Nuno. Do lado laranja participou também o vice-presidente Miguel Pinto Luz.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG