Igreja

Santuário de Fátima confirma celebrações do 13 de Maio sem peregrinos

Santuário de Fátima confirma celebrações do 13 de Maio sem peregrinos

O bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto, confirmou este domingo que as celebrações do 12 e 13 de maio vão mesmo realizar-se à porta fechada e sem a presença de peregrinos, como medida de prevenção para evitar a propagação da covid-19.

O cardeal viu-se forçado a emitir um comunicado, depois de os responsáveis pelo Santuário de Fátima terem sido apanhados "de surpresa" pelas declarações à SIC da ministra da Saúde, Marta Temido, em que admitiu que as celebrações podiam ser "uma possibilidade", desde que isso fosse uma opção dos organizadores e fossem cumpridas as regras sanitárias.

Este domingo, na habitual conferência de imprensa de atualização do boletim epidemiológico em Portugal, a ministra esclareceu que se estava a referir apenas aos celebrantes e não aos peregrinos, e reforçou que a Igreja Católica já havia decidido fazer as celebrações à porta fechada. Mas já não foi a tempo de evitar a confusão, quer aos fiéis quer aos responsáveis religiosos, e até às autoridades policiais, que estavam a delinear uma operação para assegurar que os peregrinos não ficariam tentados a deslocar-se à Cova da Iria no próximo 13 de Maio.

Para evitar dúvidas, D. António Marto veio esclarecer que mantém a decisão de realizar as celebrações sem a presença física dos peregrinos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG