Covid-19

Só há um concelho que não está em risco extremo

Só há um concelho que não está em risco extremo

O município açoriano do Corvo é o único abaixo do nível máximo de incidência de contágios por SARS-CoV-2. Braga tem, esta semana, o número de casos por cem mil habitantes mais alto do país.

O boletim epidemiológico desta sexta-feira revela que, neste momento, 307 dos 308 concelhos de Portugal estão em risco máximo de infeção: com mais de 960 casos de covid-19 por cem mil habitantes a 14 dias. É mais um em relação à semana passada. Só o município do Corvo, no arquipélago dos Açores, foge à regra, permanecendo em risco muito elevado.

Há oito dias, o concelho da Calheta, também nos Açores, era a segunda exceção ao nível extremo de risco, tendo superado, entretanto, a linha dos 960 casos.

Com as incidências de covid-19 mais elevadas do país estão agora Braga (11.163), Nordeste (10.915), São João da Madeira (10.743) Ribeira Grande (10.697) e Oliveira de Azeméis (10.394).

Em sentido inverso, com menos casos por cem mil habitantes, está Penamacor (1566), seguindo-se Mora (2081), Alter do Chão (2264) e Horta (2444).

PUB

A incidência acumulada nacional passou, esta sexta-feira, dos 7081,7 para os 7163,7 casos de infeção. Já o índice de transmissibilidade (o chamado Rt) desceu de 1,09 para 1,05.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG