"Justiça" e "não ao apagão" foram algumas das palavras de ordem gritadas pelos milhares de professores que se concentraram em frente à Assembleia da República, esta quarta-feira, dia de greve nacional dos docentes.

Educação

Milhares de professores pediram "justiça" em frente ao Parlamento

Milhares de professores pediram "justiça" em frente ao Parlamento

Os professores contestam o Orçamento do Estado para 2018 e exigem a contagem de todos os anos de serviço quando as carreiras da administração pública forem descongeladas.

Enquanto os professores protestavam na rua, no Parlamento, a secretária de Estado Adjunta e da Educação prometeu que vai ser feita "uma contagem do tempo de serviço", que será negociada com os sindicatos.