Benfica

Águias criticam calendário e "paragem prolongada"

Águias criticam calendário e "paragem prolongada"

Através da "News Benfica", o clube sublinhou o facto de estar quase um mês sem jogar para o campeonato e alertou para a urgência de repensar e alterar estas questões da calendarização".

O Benfica criticou, esta segunda-feira, o facto de só voltar a jogar dia 18 e de estar quase um mês sem competir no campeonato e considera que "este não é, definitivamente, um calendário que salvaguarde os interesses do futebol português".

"O regresso à competição da nossa equipa só acontecerá no próximo dia 18, frente ao Cova da Piedade, em jogo a contar para a Taça de Portugal. Depois receberemos o Lyon, para a Liga dos Campeões, no dia 23, e só no dia 26, para o campeonato, visitaremos o Tondela. Ou seja, como a última partida, no Campeonato Nacional, foi realizada no dia 28 de setembro, teremos praticamente um mês de paragem naquela prova", lê-se na "News Benfica", publicada no site oficial do clube.

Para os benfiquistas, "é urgente repensar e alterar estas questões da calendarização": "Não se trata somente da paragem prolongada - ainda mais se nos cingirmos ao Campeonato Nacional -, mas também da elevada concentração de jogos que se seguirá a esta paragem", acrescenta a nota.

Desta vez, o Benfica também se coloca do lado dos "quatro representantes portugueses na Liga Europa - F. C. Porto, Sporting, Braga e V. Guimarães - que terão de jogar cinco vezes em 15 dias".

"Este não é, definitivamente, um calendário que salvaguarde os interesses do futebol português, tendo em conta, nomeadamente, a questão do ranking europeu com implicação direta na quantidade de clubes portugueses que poderão participar nas competições europeias e em cada uma delas, bem como em que fases das provas iniciarão essas participações. A rever urgentemente!".