Futebol

"Sporting jamais se ajoelhará perante esta escumalha", diz Frederico Varandas

"Sporting jamais se ajoelhará perante esta escumalha", diz Frederico Varandas

O presidente do Sporting comentou, ao início da tarde, à chegada aos Açores, o sucedido ontem, quanto a comitiva leonina foi recebida, em Ponta Delgada, com insultos e palavras de ordem como "Alcochete sempre" por um grupo de adeptos.

"O Sporting jamais se ajoelhará perante esta escumalha", disse Frederico Varandas, garantido que "se o Sporting tiver de enfrentar esta batalha sozinho, assim o fará".

"Infelizmente, ontem [domingo], tivemos um episódio grande, muito grave, mais do que grave, é chocante, porque as pessoas que fizeram aquilo têm um nome. Neste país há medo de chamar as coisa pelo nome, mas os que fizeram aquilo são uma escumalha que não tem mais lugar no Sporting. Uma escumalha que só quer duas coisas, que o Sporting perca sempre e que o tempo volte para trás", salientou o líder leonina, deixando um recado à falta de ação por parte das autoridades.

"Se vocês forem para um lugar público ofender, incitar à violência, incitar ao ódio, isso é um crime público. E uns cobardes que agem em grupo, que andam encapuzados, não podem estar acima da lei", salientou Varandas, garantindo que o clube não irá vacilar: "Este não é um problema exclusivo do Sporting, é também um problema da sociedade portuguesa. Mas se tiver de enfrentar esta batalha sozinho, o Sporting assim o fará".

Frederico Varandas afirmou que o ataque à academia de Alcochete "ainda está muito presente, quer no clube, quer nos atletas", referindo que "em todos os jogos isso afeta a equipa". Recordou que devido ao incidente o clube perdeu "cinco dos jogadores mais valiosos do plantel" e "dezenas e dezenas de milhões de euros".

"Este desastre desportivo e financeiro mataria muitos clubes no mundo, mataria muitos clubes e hoje ainda estamos frágeis e a reerguer-nos do que aconteceu nesse dia", vincou.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG