Exclusivo

Benfica insiste em anular acordo de Rui Pinto com autoridades

Benfica insiste em anular acordo de Rui Pinto com autoridades

Advogados dos encarnados fizeram reclamação junto da Relação e dão como exemplo ex-procuradora geral.

O Benfica não desiste. Quer que o acordo selado entre o Ministério Público (MP) e o criador do "Football Leaks", que permite a Rui Pinto beneficiar de suspensão provisória do processo em cinco inquéritos, seja anulado. Esta semana, os advogados dos encarnados enviaram uma reclamação para o Tribunal da Relação que, no início do mês, rejeitou um recurso interposto pela SAD do Benfica. Contestam o facto de, enquanto assistentes ou vítimas, não terem sido sequer ouvidos sobre o acordo.

No requerimento a que o JN teve acesso, os advogados João Medeiros, Saragoça da Mata e Rui Patrício argumentam que o MP operou uma "apensação de processos, sorrateiramente ocultando essa circunstância aos sujeitos processuais e interessados", neste caso o Benfica, mas também dão como exemplo a queixa interposta contra incertos de Joana Marques Vidal, a ex-procuradora geral da República.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG