Exclusivo

Burla com baterias desliga centenas de carros elétricos

Burla com baterias desliga centenas de carros elétricos

Compraram veículos em stand de Vila do Conde julgando estar a pagar também pelas baterias. Mas a financeira do grupo Renault diz que são alugadas.

As baterias de mais de uma centena de carros elétricos de particulares, de empresas e até de câmara municipais foram bloqueadas do dia para a noite. Os carros são Renault Zoe usados, que foram importados e revendidos no stand E-Drive, de Vila do Conde. Também têm fatura de "viatura sem aluguer de bateria" e registo de propriedade sem reservas, mas, agora, não andam.

A financeira RCI (do grupo Renault e entretanto rebatizada Mobilize Financial Services) invoca contratos de aluguer das baterias celebrados no estrangeiro. Por seu turno, o concessionário E-Drive diz que "o contrato cessa com a exportação". No Portal da Queixa multiplicam-se denúncias de quem pagou por um carro que agora não trabalha. E há queixas na Justiça. A alegada burla está já a ser investigada pela Polícia Judiciária.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG