Investigação

Falha no multibanco permitiu desviar milhares de euros

Falha no multibanco permitiu desviar milhares de euros

Entre 2012 e 2016, um cabecilha e nove cúmplices abriram 94 contas bancárias e lesaram 18 bancos em milhares de euros, aproveitando o "período de degradação", momento em que as caixas multibanco, apesar de funcionarem, estão desligadas do sistema central, para atualização de software.

Por este esquema, iriam começar a ser julgados seis indivíduos na próxima semana. Mas o julgamento foi desmarcado porque os arguidos estão em fuga à Justiça. Neste rol inclui-se o futebolista Alécio Moreira, que jogou no Académico de Viseu entre 2009 e 2010.

Já o cabecilha e mais três cúmplices foram julgados, num processo em separado. Em abril do ano passado, o líder foi sentenciado a seis anos de prisão, enquanto os três demais arguidos foram condenados a penas suspensas, inferiores a três anos.

Os juízes consideraram o modo de atuação "sofisticado" e "nunca visto em Portugal". Rendeu ao grupo pelo menos 119 mil euros - o prejuízo dos bancos.

Ler mais na edição impressa ou epaper