Exclusivo

Rapper assassinado em guerra de gangues da Grande Lisboa

Rapper assassinado em guerra de gangues da Grande Lisboa

Vítima foi baleada após festa na Quinta do Mocho, em Sacavém. Acerto de contas entre grupos rivais da Grande Lisboa pode estar na origem do homicídio. A Polícia Judiciária investiga.

"Jboogz", um jovem cantor de hip-hop, de 24 anos e natural de Odivelas, morreu na madrugada de domingo, após ter sido baleado, no bairro da Quinta do Mocho, em Sacavém. Tudo indica que o músico foi vítima de uma luta sangrenta entre gangues dos subúrbios de Lisboa, que glorificam a violência através de uma vertente do rap chamada "drill". A Polícia Judiciária investiga a possibilidade de esta morte estar relacionada com o homicídio de um homem de 25 anos, abandonado inconsciente à porta do Hospital de Loures, em maio.

Segundo informações recolhidas pelo JN, a Quinta do Mocho foi, na noite de sábado, palco de uma festa, a "White Party", com vários DJ. Tudo correu bem até cerca das 6 horas, quando foram ouvidos tiros. Os bombeiros de Sacavém foram chamados para socorrer uma vítima com ferimentos de arma de fogo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG