Resgate Tailândia

Rapazes e treinador retirados com vida da gruta

Rapazes e treinador retirados com vida da gruta

As equipas de socorro já resgataram todos os rapazes e o treinador do interior da gruta em Chiang Rai, na Tailândia. Os últimos quatro membros da equipa de resgate também já saíram.

A CNN e a Reuters confirmam que já foram retirados da gruta, no norte da Tailândia, os doze rapazes e o treinador.

No interior da gruta permaneceram quatro membros da equipa de resgate, que acabaram por sair duas horas depois do último rapaz e do treinador.

Expectativas confirmadas e todos estão salvos

"Prevemos retirar os quatro rapazes e o seu treinador", disse Narongsak Osottanakorn esta terça-feira no arranque das operações do último dia de resgate.

Um médico e três mergulhadores dos comandos da marinha tailandesa, que ficaram junto do grupo, desde que foi encontrado no início da semana passada, vão também sair esta terça-feira, acrescentou.

"Esperamos que as condições se mantenham favoráveis", afirmou. As chuvas fortes que se faziam sentir no local colocaram alguns entraves às equipas de resgate.

A terceira operação de resgate teve início pelas 10.08 horas (4.08 horas em Portugal continental) e envolveu 19 mergulhadores.

No domingo e na segunda-feira, oito das crianças presas há duas semanas, na gruta de Tham Luang, em Chiang Rai, no norte da Tailândia, foram resgatadas com sucesso.

De acordo com as autoridades, encontram-se "saudáveis" física e mentalmente, embora dois deles tenham pequenas infeções na garganta. Ainda assim, dois dos menores estão a tomar antibióticos devido a sinais de pneumonia, embora mantenham, por agora, um quadro "normal", de acordo com a agência France Press.

Todos os rapazes, que têm entre os 11 e os 16 anos, foram submetidos a exames radiológicos e sanguíneos. As amostras de sangue foram enviadas para Banguecoque, devendo os resultados serem conhecidos nos próximos dias.

As crianças foram ainda vacinadas contra o tétano e a raiva e vistos por um oftalmologista, que descartou quaisquer danos eventualmente causados pela privação de luz. Todos eles usam agora óculos de sol por terem passado muitos dias na escuridão, no interior da gruta.

As refeições deles, por agora, incluem apenas papas, pão e chocolate.

Os rapazes resgatados têm permanecido longe de televisões para não afetar a sua saúde mental.

Os quatro primeiros rapazes retirados no domingo já tiveram um primeiro contacto com as famílias, através de uma janela de vidro.

O tempo que permanecerão no hospital será de, pelo menos, sete dias, não conseguindo, assim, assistir à final do Mundial, na Rússia, no dia 15, conforme tinham sido convidados pelo presidente da FIFA.

A tecnologia que Elon Musk tinha oferecido para ajudar no resgate foi rejeitada pelo chefe da operação, uma vez que não é prática.

ver mais vídeos