OE 2022

Bloco vai propor voto contra o Orçamento

Bloco vai propor voto contra o Orçamento

O Bloco de Esquerda decidiu, este sábado de manhã, propor à Mesa Nacional que reúne domingo um voto contra a proposta do Orçamento do Estado. Esta posição foi assumida após o partido ter concluído não ter havido novas aproximações na reunião de hoje com António Costa. Porém, disse ao Governo que, até à votação de quarta-feira, está aberto a negociar.

Segundo disse fonte do partido ao JN, na reunião desta manhã, o Governo não realizou qualquer nova aproximação às nove propostas do Bloco de Esquerda.

A manter-se este quadro, a Comissão Política proporá à Mesa Nacional a orientação de voto contra a proposta de Orçamento do Estado para 2022. Ainda assim, o Bloco de Esquerda comunicou ao Governo que, até à votação na generalidade, estará aberto à negociação.

Se for aprovado este domingo o voto contra do Bloco, o Governo espera contar com a abstenção do PCP, do PEV, do PAN e das deputadas não inscritas. Por isso, António Costa anunciou sexta-feira à noite medidas que vão particularmente ao encontro dos comunistas.

Tal como no ano passado, Costa anunciou a antecipação do aumento das pensões para janeiro, alargando o universo de pensionistas. O líder do PS anunciou igualmente a subida do salário mínimo para 850 euros em 2025 e o aumento o mínimo de existência no próximo ano, isentando de IRS cerca de 200 mil portugueses.

PUB

Do mesmo modo, o Governo acredita que consegue convencer os comunistas a viabilizar o OE com as creches gratuitas.

Porém, o PCP ainda vai reunir o seu Comité Central domingo para decidir o sentido de voto do partido, após ter mantido esta semana a ameaça de chumbo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG