Exclusivo

Férias de médicos e enfermeiros dependem da evolução da pandemia

Férias de médicos e enfermeiros dependem da evolução da pandemia

Hospitais estão a aceitar marcações dentro dos limites habituais, mas alertam que Natal e Ano Novo são críticos e podem obrigar a mudanças.

Os mapas de férias dos profissionais de saúde estão a ser desenhados à luz do Código do Trabalho e de acordo com os normais limites em termos de serviços mínimos, seja no verão ou no particularmente crítico período do Natal e Ano Novo. Os sete hospitais públicos que acederam responder ao JN estão a dar as orientações habituais para a marcação das férias, mas admitem estarem condicionados pela evolução da situação epidemiológica.

A maioria teve de as suspender na segunda vaga da pandemia. Em março do ano passado, o Ministério da Saúde emitiu um despacho que restringia esse direito, tendo-o revogado em maio.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG