Cargo

General Manuel Couto demite-se da liderança do SIRESP

General Manuel Couto demite-se da liderança do SIRESP

Manuel Couto, que está à frente do SIRESP (Sistema Integrado das Redes de Emergência e Segurança de Portugal) há cerca de um ano, apresentou a demissão ao ministro Eduardo Cabrita. O general deverá sair do cargo no final deste mês.

A notícia está a ser avançada pelo Diário de Notícias, que detalha que as razões da demissão invocadas por Manuel Couto foram de índole pessoal. O pedido de renúncia foi entregue ao ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, no final de março, e deverá entrar em vigor apenas no final de abril.

Uma das preocupações em cima da mesa, neste momento, e que terá sido referida por Manuel Couto quando assumiu o cargo de presidente do SIRESP no ano passado, é o fim do contrato do sistema de comunicação a 30 de junho deste ano. Atualmente, a gestora do SIRESP é a Altice, que já alertou o Governo para o prazo.

O sistema de comunicação para situações de socorro é essencial para a época dos incêndios em Portugal, que se avizinha com a chegada do verão. Antes de 30 de junho, o Governo terá de negociar com a Altice ou outras operadoras a gestão do SIRESP.

Mas há outra questão: após o prazo, terá de haver nova legislação para gerir este sistema. Quando em 2019, o Estado assumiu o controlo do SIRESP, ficou definido em decreto-lei que teria de haver nova legislação a partir de 1 de julho de 2021. Neste momento, ainda não existe qualquer diretriz.

Manuel Couto esteve à frente da Autoridade Nacional de Proteção Civil e foi comandante-geral da GNR. Após a demissão do SIRESP, o general deverá voltar à aposentação.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG