Pedrógão Grande

Gulbenkian e Misericórdias querem apoios devolvidos

Gulbenkian e Misericórdias querem apoios devolvidos

A Fundação Calouste Gulbenkian (FCG) e a União das Misericórdias Portuguesas (UMP) constituíram-se como assistentes no processo relativo às suspeitas na reconstrução de habitações.

A Gulbenkian apresentou um pedido de indemnização superior a 482 mil euros, referente às obras realizadas em cinco casas sob suspeita.

"Com base no conteúdo da acusação, do conjunto dos apoios para a reconstrução de habitações que terão alegadamente sido obtidos de forma irregular, cinco dizem respeito a projetos de reconstrução de habitações financiados ao abrigo do protocolo celebrado entre a FCG e a UMP", justifica a Gulbenkian. No despacho de encerramento do inquérito e na dedução de acusação, proferidos pelo Ministério Público, a Fundação é identificada mesmo como "lesada".

Ler mais na edição impressa ou na versão e-paper