Balanço

Portugal passa os 10 mil infetados com 266 mortes e 75 curados

Portugal passa os 10 mil infetados com 266 mortes e 75 curados

O número de casos de Covid-19 em Portugal subiu para 10524 este sábado. Há 266 vítimas mortais, mais 20 do que ontem.

De acordo com o boletim da situação epidemiológica no país divulgado este sábado pela Direção-Geral da Saúde, o número de infetados com o novo coronavírus já ultrapassou a marca dos 10 mil: aumentou de 9886 para 10524 (mais 638) face a sexta-feira. Trata-se de uma taxa de crescimento de 6,5% (na sexta e quinta-feira, tinha sido de 9,4%, e na quarta de 10,9%).

Do total de infetados, 1075 estão internados, 251 deles em cuidados intensivos. O número de doentes recuperados subiu de 68 para 75 - recorde-se que a DGS já explicou que haverá sempre um "atraso" a reportar casos curados.

O número de mortos aumentou em 20 face ao dia anterior (8,1%), havendo agora 266 óbitos. Destes, 141 registaram-se no Norte, onde há 6280 casos de infeção, 66 na região Centro (1372 infetados), 54 na Grande Lisboa (2513) e cinco no Algarve (182). O Alentejo (63 infetados) surge sem qualquer morte, depois de o relatório de sexta-feira ter dado conta da primeira vítima mortal na região - a ministra da Saúde confirmou que se tratava de uma suspeita que não estava confirmada, tal como o JN tinha reportado. Açores (63) e Madeira (51) continuam sem mortes.

Dos casos confirmados (que inclui 2241 idosos com mais de 70 anos), mais de 600 foram importados de 40 territórios estrangeiros, a maior parte de Espanha e França, tendo os restantes sido provocados por contágio dentro do país. Com mais do dobro dos casos da Grande Lisboa, o Norte continua a ser a região com mais casos (6280). Mas Lisboa continua a liderar a tabela de concelhos (654), seguindo-se o Porto, com 643, Gaia (468), Gondomar (447) e Maia (404). O número de casos por concelho baseia-se apenas nos dados do sistema SINAVE, correspondentes a 79% dos casos confirmados, depois de uma "duplicação da contagem" ter originado erros nos valores.

A aguardar resultado laboratorial para Covid-19 estão ainda mais de 5500 casos suspeitos e mais de 22 mil estão sob vigilância das autoridades de saúde. Desde o início da pandemia em Portugal, houve mais de 81 mil suspeitas.