Covid-19

Metros limpos com produto que elimina o novo coronavírus por 30 dias

Metros limpos com produto que elimina o novo coronavírus por 30 dias

Empresas de transportes públicos, como a Metro do Porto e a Metro de Lisboa, começam dentro de dias a utilizar um produto de desinfeção das superfícies que já demonstrou ser 99,99% eficaz na eliminação do novo coronavírus, com a vantagem dos resultados perdurarem 30 dias.

O JN confirmou junto de fonte da Metro do Porto que o produto começa a ser aplicado no início da próxima semana nas carruagens e nas estações, nas zonas onde as pessoas mais tocam com as mãos.

A empresa que comercializa o desinfetante em Portugal informou que a aplicação do produto será feita também nos próximos dias no Metro de Lisboa, nos Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra, assim como em empresas privadas das mais diversas áreas, nomeadamente o ManPowerGroup e a Cosec, ambos no Porto e em Lisboa, e nas instalações da CA Seguros em Lisboa.

A prioridade será dada ao Porto, por ser uma das regiões mais afetadas pela epidemia Covid-19, garantiu ao JN Miguel Alves, administrador executivo da empresa que representa a Zoono Animal Health na Península Ibérica.

No Reino Unido, já começaram as aplicações no Metro de Londres, como noticiou recentemente a BBC, e há outros países que também estão a adotar a solução.

PUB

O produto em causa - Microbe Shield Z-71 da Zoono - é usado há vários anos como uma tecnologia de desinfeção. Em Portugal, esta tecnologia "inovadora e disruptiva" de desinfeção começou por ser aplicada nas indústrias relacionadas com a produção animal, suinicultura e avicultura. Mas face à emergência de saúde pública mundial foi recentemente testado para o Covid-19 e os resultados confirmam uma eficácia acima dos 99,99%. As análises realizadas seguiram a norma europeia (EN14476), que especifica o método de teste e requisitos mínimos para a atividade virucida de desinfetantes, para instrumentos, mãos e superfícies, assegura a empresa.

Na prática, quando é aplicado nas superfícies, o produto deixa uma espécie de película invisível - e resistente às lavagens de rotina - que faz com que a sua ação perdure durante 30 dias. Uma vantagem importante quando se sabe que o novo coronavírus pode manter-se vivo nas superfícies durante cerca de nove dias.

O Z-71 da Zoono funciona por ação mecânica e não química. Desenvolvido em laboratório contém nanopartículas que atraem os vírus e matam-nos por perfuração.

A aplicação do produto no âmbito do Covid-19 começa a ser feita em Portugal a partir de amanhã, informou Miguel Alves, sendo que as operações são planeadas em conjunto com as empresas e têm especificidades próprias. As ações de limpeza serão efetuadas por empresas especializadas do setor, após formação inicial e com supervisão da empresa que comercializa o Z-71.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG