Exclusivo

Portugal desperdiça seis milhões em apoios para dar fruta nas escolas

Portugal desperdiça seis milhões em apoios para dar fruta nas escolas

País regista a pior taxa de execução da União Europeia. Ministério da Agricultura rejeita tratar-se de um fracasso.

Desde 2017, Portugal desperdiçou quase seis milhões de euros em fundos europeus atribuídos ao programa Regime de Fruta Escolar, destinado a alunos do 1.º Ciclo. A taxa de execução é a mais baixa da União Europeia - no ano letivo passado, foi de 38%, tendo sido gastos, em 2020/21, 1,25 milhões dos quase 3,3 milhões atribuídos a Portugal. O segundo e terceiro países com piores resultados foram a Bélgica e a Espanha que gastaram, respetivamente, 73% e 86% da dotação. Todos os outros países aproveitaram a totalidade das verbas.

De acordo com o Ministério da Agricultura, no ano passado, o regime da fruta escolar chegou a 160 mil alunos. Nas escolas de 1.º Ciclo públicas, estavam inscritos em 2019/2020 (dados mais recentes da Direção-Geral de Estatísticas da Educação), mais de 317 mil alunos, o que significa que o programa não terá chegado a metade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG