Exclusivo

Professores atingem número recorde nas aposentações

Professores atingem número recorde nas aposentações

Este ano reformaram-se cerca de dois mil, o número mais elevado desde 2013. Até 2030, podem sair quase 60%.

De acordo com as listas mensais da Caixa Geral de Aposentações, em dezembro mais 172 professores reúnem os requisitos para se reformarem. Desde 1 de janeiro são 1944, e as previsões de 2021 - que incluem os que atingem os critérios em dezembro e só integram a lista de janeiro -, apontam para 2067 saídas - é o número mais elevado desde 2013. "E vai continuar a aumentar", garantem os dirigentes das duas federações sindicais, que salientam que são os alunos que pagam a fatura da falta de medidas do Governo para combater o envelhecimento da classe.

"A estimativa da Direção Geral de Estatísticas da Educação é de que até 2030 se possam aposentar quase 52 mil professores, cerca de 57,8% dos que estão a dar aulas este ano. Até 2024, a previsão é de 17 830", recorda Mário Nogueira. Até ao final da década, insiste o líder da FENPROF, podem aposentar-se "96% dos docentes de Educação Tecnológica, 80% dos de Português/História do 2.º Ciclo e 73% dos Educadores de Infância, e os números só não são piores graças aos profissionais do privado que se mudam para o público".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG